Galo reage e vence a Ponte de virada

 

Após um longo e tenebroso inverno estamos de volta. De lá pra cá muita coisa mudou. Temos um novo técnico e o time tá com um cara nova. O técnico contratado é Rogério Micale e vai assumir o Galo até o final da temporada 2017.  Ele ficou na base do clube de 2009 a 2010 e de 2011 a 2015. No Galo, foi campeão das Taças BH de Futebol Júnior de 2009 e 2011, dos Campeonatos Mineiros Júnior de 2010 e 2012 e dos Torneios ICGT de 2011 e 2012. Os dados são do Galo Digital. Em 2015, Micale deixou o Atlético para treinar a Seleção Brasileira Masculina Sub20. Na seleção, conquistou ouro olímpico. Micale foi demitido após ficar na quinta colocação no Sul-Americano Sub20. Desde então, estava desempregado.

Bem, voltando ao jogo contra a Ponte, o Atlético entrou em campo no último domingo no estádio Moisés Lucarelli. O primeiro gol foi da Macaca aos 44 minutos do primeira etapa. A bola foi alçada na área, Leo Silva e Bremer não marcaram Leo Gamalho, Victor saiu mal na bola e o resultado foi o gol do adversário. O resultado parcial foi injusto, pois o Galo dominou o primeiro tempo e destaque pro Valdívia que criou muitas jogadas.

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

 

No segundo tempo, a Ponte voltou melhor. Victor fez defesas inacreditáveis. Elias, no rebote, empatou para o Atlético aos 15 minutos. Aranha sendo Aranha. O goleiro da Macara fez um corte e a bola caiu nos pés do Elias, ex Ponte Preta, que não perdoou.

Rafael Moura foi substituído por Clayton,  aos 23 e Valdívia por Otero aos 31 minutos da segunda etapa.

Aos 43 minutos, Elias sofreu uma falta na intermediária. Bem de frente ao gol do Aranha. Otero cobrou e trouxe de Campinas a virada para o Atlético.

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

 

#VaiPraCimaDelesGalo

Saudações Alvinegras!

#paixãodopovo

 

Comente aqui...

comentário

Maria Marques

Apaixonada pelo Cruzeiro desde criança, quando assistia aos jogos sentada ao chão junto ao meu pai que me ensinou a vibrar, xingar, reclamar, desistir, retornar, defender e atacar. Pra mim "Existe um grande clube na cidade​/que mora dentro do meu coração​/eu vivo cheio de vaidade​/pois na realidade é um grande campeão​"!