Virada da alegria

Com O show de Robinho, o Galo venceu de virada o clássico contra o Cruzeiro no último domingo. Apesar do equilíbrio do primeiro tempo, criamos muito pouco e saímos para o vestiário com o adversário na frente no placar.

O TIME voltou para o segundo tempo com outra cara e com sangue nos olhos. O técnico, Oswaldo de Oliveira, colocou Yago no lugar de Roger Bernardo. Roger Bernardo não fez um bom primeiro tempo, mas colocar o Yago, pra nós, não mudaria muita coisa. – E não é que eu estávamos erradas! – Yago marcou a saída de bola do Cruzeiro e já deu uma melhorada no time.

Aos dez minutos da segunda etapa, o técnico substituiu Valdívia por Cazares. E cinco minutos depois nascia o primeiro gol do Atlético de uma cabeçada do Otero! OLHA O GOL!

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

E a estrela do Robinho brilhou tanto que despertou invejinha de vários sistemas solares. Aos 21, Robinho fez grande jogada na área, driblou seu marcador e chutou no canto para virar o placar no Mineirão. OLHA O GOL!

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

Aos 35, Robinho cortou seu marcador e chutou colocado para fazer um golaço… inesquecível, Galo 3 a 1. – OLHA O GOL! –

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

Robinho foi decisivo no clássico. O melhor em campo. Essa foi a melhor partida dele no ano. A gente fica se pergunta por que não teve essa regularidade durante o ano? O que nos faz pensar, afinal o ano já está chegando ao seu fim sobre sua recontratação. O contrato dele termina no fim de 2017 e achamos que só deveria renovar caso o Galo conseguisse uma vaga na Libertadores 2018 caso contrário não. Ele é um excelente jogador, mas tem um salário igualmente proporcional a sua semirregularidade no time. Se ele tivesse nos presenteado com mais exibições como as de domingo, com certeza o time estaria bem melhor colocado nas competições deste ano e iríamos querer revê-lo no elenco de 2018.

 

 

#VaiPraCimaDelesGalo

#paixãodopovo

Galo reage e vence a Ponte de virada

 

Após um longo e tenebroso inverno estamos de volta. De lá pra cá muita coisa mudou. Temos um novo técnico e o time tá com um cara nova. O técnico contratado é Rogério Micale e vai assumir o Galo até o final da temporada 2017.  Ele ficou na base do clube de 2009 a 2010 e de 2011 a 2015. No Galo, foi campeão das Taças BH de Futebol Júnior de 2009 e 2011, dos Campeonatos Mineiros Júnior de 2010 e 2012 e dos Torneios ICGT de 2011 e 2012. Os dados são do Galo Digital. Em 2015, Micale deixou o Atlético para treinar a Seleção Brasileira Masculina Sub20. Na seleção, conquistou ouro olímpico. Micale foi demitido após ficar na quinta colocação no Sul-Americano Sub20. Desde então, estava desempregado.

Bem, voltando ao jogo contra a Ponte, o Atlético entrou em campo no último domingo no estádio Moisés Lucarelli. O primeiro gol foi da Macaca aos 44 minutos do primeira etapa. A bola foi alçada na área, Leo Silva e Bremer não marcaram Leo Gamalho, Victor saiu mal na bola e o resultado foi o gol do adversário. O resultado parcial foi injusto, pois o Galo dominou o primeiro tempo e destaque pro Valdívia que criou muitas jogadas.

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

 

No segundo tempo, a Ponte voltou melhor. Victor fez defesas inacreditáveis. Elias, no rebote, empatou para o Atlético aos 15 minutos. Aranha sendo Aranha. O goleiro da Macara fez um corte e a bola caiu nos pés do Elias, ex Ponte Preta, que não perdoou.

Rafael Moura foi substituído por Clayton,  aos 23 e Valdívia por Otero aos 31 minutos da segunda etapa.

Aos 43 minutos, Elias sofreu uma falta na intermediária. Bem de frente ao gol do Aranha. Otero cobrou e trouxe de Campinas a virada para o Atlético.

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

 

#VaiPraCimaDelesGalo

Saudações Alvinegras!

#paixãodopovo

 

Galo vence de virada em Goiânia

Fotos: Bruno Cantini / Atlético

 

O Galo foi a Goiânia enfrentar o Atlético Goianiense no estádio Olímpico. Os donos da casa saíram na frente com o gol de Igor aos 23 minutos do primeiro tempo. O  alvinegro conseguiu o empate aos 13 minutos com Fred e a virada, aos 27, com Elias.

O jogo no primeiro tempo foi ruim demais. O radialista da Itatiaia, Mário Henrique, conhecido como “Caixa”, fez um comentário no final da primeira etapa que resumiu bem o primeiro tempo: ” Parece jogo de solteiro contra casado”. E foi bem assim.

O segundo tempo foi bem melhor. Roger Machado entrou com Mateus Mancini, no lugar do Bremer, que levou amarelo. Ele também tirou Marlone, que pouco apareceu na partida, e colocou Robinho. Essa mexida deu outra cara para o time. A entrada do Robinho deixou o Elias mais solto para criar jogadas. O primeiro gol do Galo nasceu nos pés do Cazares. É a 15ª assistência dele no ano. Joga muito esse menino!!!!! Após o empate, o time alvinegro dominou o jogo. Aos 39 minutos do segundo tempo, Cazares deu lugar ao estreante Gustavo Blanco – ex América.

Atribuímos a melhora do time contra o Atlético Goianiense à mexida do Roger. Agora o Galo tem dois jogos seguidos em casa. O primeiro será na quarta contra o Bahia e, em seguida, contra o Vasco. Com a vitória fora de casa o time vem confiante para melhorar os números no Horto.

 

#VaiPraCimaDelesGalo

Saudações Alvinegras!

#paixãodopovo

Galo vence o clássico contra o Cruzeiro no Horto

Foto: Bruno Cantini / Atlético

O Atlético Mineiro ganhou, de virada, o clássico, por 3 a 1, no Independência no último domingo. O Galo perdeu o capitão Leonardo Silva, dando um susto na torcida logo no início do jogo. O zagueiro sentiu e foi substituído por Bremer. Logo após a saída do capitão, Thiago Neves abriu o marcador para o Cruzeiro, aos 5 minutos do primeiro tempo. E quase ampliou em seguida, numa cobrança de falta defendida por Victor. O adversário dominou os 20 minutos iniciais, o jogo era tenso, o juiz precisou chamar os capitães dos times para acalmar os ânimos , era reclamação de ambos os lados. O técnico Roger Machado, percebendo o buraco formado no meio de campo, adiantou Roger Bernardo, distanciando assim do Bremer e Gabriel. Desta forma, o Atlético foi tomando o controle e crescendo na partida. Aos 47,  Cazares, em uma bela cobrança de falta, empatou a partida. E Fred, aos 49, balançou as redes após um belo cruzamento de Alex Silva. Viramos ainda no primeiro tempo!

Foto: Bruno Cantini / Atlético

A segunda etapa do jogo foi mais equilibrada e menos tensa que na primeira. O Galo administrou a vantagem do placar. O adversário não conseguiu mostrar bom desempenho como no início do primeiro tempo. O time de Roger Machado se fechou e aproveitou os erros do rival em contra ataques perigosos. Foi em um desses que o Galo marcou o seu terceiro gol. E quem marcou de novo? FREDDDDDDDD. ELE NÃO PERDOA.

E no fim da partida, o que acontece? O quê? O jogo é paralisado por dez minutos devido a falta de iluminação no estádio. Será que o Kallil estava nos arredores do Indepa? kkkkkkk… Acho que não. E foi aí que vimos uma das cenas mais lindas dessa torcida. Todo mundo cantando, vibrando, com as luzes dos celulares acesas. A torcida deu um show e não só nesse momento, e sim o jogo inteiro. Empurrou o time mesmo quando o placar não era favorável. Essa sim, é a torcida que conhecemos.

Foto: Bruno Cantini / Atlético

Todos os jogadores entraram concentrados no clássico, mas vale ressaltar dois: Cazares e Fred. Do primeiro somos suspeitas de falar, somos fans demais, o “menino” joga fácil. Ele vem crescendo em campo novamente e é decisivo. Já o segundo, no meio de semana, foi expulso em partida contra Botafogo pela Copa do Brasil. Não faz isso com a gente não Fred! 🙄  Você é o nosso centroavante, pô! Voltando ao clássico do domingo, ele foi essencial no resultado positivo do time.

Enfim, ELES TREMERAM DE NOVO!

 

#VaiPraCimaDelesGalo

Saudações Alvinegras!

#paixãodopovo

 

Galo vence São Paulo no Morumbi e busca sequência de vitórias

Foto: Bruno Cantini / Atlético

O Atlético derrotou o São Paulo ontem no Morumbi por 2 a 1. Cazares e Rafael Moura marcaram e deram a vitória ao alvinegro. O time de Roger marcou bem as saídas de bola do adversário. Não é fácil vencer o São Paulo em casa.

No esquema proposto por Roger, os dois volantes ficaram mais presos, Elias pode ficar mais solto e mais à frente. Cazares fica por conta de armar as jogadas e Robinho mais próximo ao centroavante. Por falar em Cazares, foi ele que abriu o marcador no Morumbi. Gostamos muito do futebol dele. O rapaz joga muito e fácil e bem. Se ele concentrar, vai ter regularidade nos jogos e será titular com certeza. Somos fans desse cara.

Outro destaque na partida foi o jogador Alex Silva, ele marcou firme e mostrou habilidade em alguns lances. Foi um dos responsáveis por desarmar o São Paulo e impedir que ampliassem o placar.

Não podemos esquecer do Rafael Moura, nosso He-man, responsável pelo segundo gol alvinegro. Não podemos dizer que foi o melhor jogo dele, mas mostrou muita raça em campo. Esse é o diferencial: o amor pelo Galo. No lance do segundo gol também teve a participação do nosso querido Luan. O Luan entrou pilhado, esse é atleticano, dá gosto de ver a vontade desse garoto. Ele entra 100% ligado. XÔOOOOO LESÕES!!!!

O Atlético segue menos pressionado para o jogo dessa quarta-feira, amanhã, no Horto, contra o Sport. Mas ainda precisando dessa estabilidade de vitórias em jogos com times menos talentosos. Vamos embalar GALO!

Saudações Alvinegras!

#paixãodopovo